13 de março de 2008

Os desconhecidos do dia - a -dia

- Bróxiba estação Bila Badaleda!
Diz a voz de locutor de rádio, anunciando a parada final do metrô, na linha verde.
Faz algum tempo que na volta para casa, pego o mesmo maquinista.
Nunca sequer vi a cara do homem. (e acho que se visse , perderia um pouco da graça).
Mas a voz dele é daquelas bem grossas, bem de tele oba oba mesmo.
As mulheres coram, os homens riem.
Uma loucura!
O cara pegou uma gripe daquelas! Coitado!
A voz toda errada, e ainda de vez em quando fungava no microfone...



Paulista, 7:55 da manhã.
Duas loiras fumam seu cigarro em frente ao Bradesco e fofocam, como de costume das mulheres.
E jogam cabelo, e fazem charme.
Um dia, atrasei 5 minutos e quando passei haviam acabado de fumar .
Para minha surpresa, elas não trabalham ali! Simplesmente jogam o cigarro e continuaram andando!
Porque justamente fumar e fofocar ali então!?

Enquanto isso, no ponto de ônibus em frente, o rapaz religiosamente faz as palavras cruzadas dos jornais gratuitos distribuídos na saída do metrô.
De vez em quando, dava umas espiadinhas básicas ...


Algumas vezes por semana eu e meu namorado nos permitimos tomar um café numa loja de conveniência, dessas de posto de combustível ,que existe perto de casa.
Engana-se quem pensa que é uma lojinha qualquer! Lá está virando um "point" e tudo!
Mas enfim, todas as vezes encontramos um rapaz de cabelos cheios e grizalhos tomando igualmente seu café, igualmente com sua companheira.
Um tipo único.
Uma vez, de tanto que já nos encontramos por la, esboçou um sinal com a cabeça. Pelo menos eu percebi isso . Acho que devo ter feito o mesmo sinal talvez.
Na última, o cara estava demais! Faixa no cabelo, shorts daqueles tipo adidas anos 70 e regata.
Tive que comentar com meu namorado: Pulta cara de músico ele tem ne? Sempre encontramos com ele aqui!
Ele, musico também, concordou em gênero número e grau, e decidimos que ele é músico!
Eu acho que guitarrista em uma banda de Jazz ou algo do tipo.
Músicos são peculiares.
Alguns pirados mesmos.
Assunto para outro dia!


Esses são alguns dos queridos desconhecidos da minha rotina.
Sou uma pessoa que teme a rotina, odeia a rotina, tem paura da rotina, mas ela se faz necessária no momento em que vivo.
Essas pessoas ajudam me a encarar com menos seriedade a chatices do dia-a-dia.
E por incrível que pareça, elas são muito importantes!
Quando mudei de emprego, e consequentemente de rotina, foi difícil para largar dos outros desconhecidos.
"E a tia do brechó? E o cara da oficina? E as crianças do orfanato que adoraaaaavam meu cabelo colorido?"
Será que fazemos parte da rotina de outras pessoas também?
Será que alguém repara no seu corte novo de cabelo?
Engraçado pensar nisso.
Enquanto isso, torço para que o maquinista locutor de rádio melhore!
As moças do metrô agradecem!!!

4 comentários:

Trotta disse...

Caaaaara, eu sou muito fã desse piloto de metrô!! Imagina esse cara gripado, que sarro! Hahaha!

Vc esqueceu de citar o rapazinho que te via de longe no metrô e agora é seu amigo. Com certeza reparam nele também! Tenho certeza absoluta que sou parte da rotina de várias pessoas desconhecidas. :)

Muito bom o post! Beijones!

disse...

Rotina é chato, mas tem sua necessidade sim...

E vc tem cabelos coloridos então?
Eu também! :D

Sammia disse...

Verdade né? Será que tem alguém assim atento a nós por aí?

Bom...

Se tiver um coroa cheio da grana, bem de vida e que ainda dê no coro de olho em mim... he he he he he
São tantas emoções...

bodas disse...

Putz tb fico reparando na voz do condutor do metro...
Mas no meu caso prefiro quando ouço que é uma mulher...
Tem uma com voz meio grossa, meio rouca que acho um barato!
Não sei se faço muito parte do cotidiano de outras pessoas por ser muito relachado com horário...
Mas de repente posso fazer!
ps: Pode visitar o blog mais vezes que eu vou passar a te visitar tb! :D