21 de janeiro de 2008

De bloguer e louco, todo mundo tem um pouco...

Filosofando muito nesse fim de semana, eu e meu namorado chegamos a conclusão que, não é possível viver são.
Viajando além disso um pouco , resolvi dedicar alguns minutos ao tema.
Como o álcool é prejudicial a saúde e a família e a mary jane é ilegal no país ainda tento descobrir algum outro jeito de ficar louco, sem denegrir a sociedade ou matar Tim Lopes ou pior...
Pensando nisso, segue um manual de loucuras para ser feita, para quem quer ficar careta e mesmo assim ainda ter emoção na vida:
1- Ir ao estádio, ver o jogo do Corinthians


Loucura total!
Escolha qualquer jogo do Corinthians, sempre dando preferência à aqueles de grande público, tipo um Corinthians X Porcada.
A loucura começa para conseguir o seu ingresso. Óbvio, vá de arquibancada. A maioria deles estará nas mãos de cambistas. Ou seja, para começar com essa loucura, ou você tem um contato bom, ou você pagará o dobro do valor de bilheteria. Não desista, vá em frente.
No dia do jogo coloque sua roupa mais maloqueira. Touca não pode faltar, mesmo em dias de calor. NUNCA em hipótese alguma vá de verde. Perigo ficar sem roupa e apanhar. Ai a "trip é bad", não recomendo.
Serão 90 minutos de pura loucura. Pura emoção. Principalmente quando sobe o bandeirão, geralmente logo após o gol, ahh o velho bandeirão encardido, fedido e empoeirado! Não tem sensação melhor!
Depois de muito gritar, pular e comemorar ( ou não ), a trip não acaba ai!
Para voltar para a casa, muita borrachada da polícia, busão lotado e perigo de encontrar torcida rival.
Uma brisa sem igual minha gente!

Na foto: Invasão corinthiana no Maracanã, em 1976, onde 70 mil pessoas viajaram de São Paulo ao Rio para ver uma semi final entre Corinthians X Fluminense. Conhece outra torcida no mundo que faria isso? Calma, calma, sem xingar, eu sei, a inveja é vutcha vida mesmo ...

2-Falar mal do Fidel Castro, para seu avô comunista.

Essa é para quem curte filosofar quando ta na brisa. Substitui as conversas de boteco regadas a cerva e cigarros.
Seu avô deve ser um velho senhor que cultiva uma barba de dar inveja a qualquer esquerdista, fuma charutos cubanos e diz que "la em Cuba a saúde pública é boa". Se não tiver um assim, o do amigo serve.
Só não apela, não diga que ele é um ditador desumano, nem que Cuba está aos frangalhos, porque é ai que vira bad. De uma discussão saudável, você poderá ser levado ao quartinho escuro que nem a esposa dele está autorizada a entrar , e ai amigo, é rezar para que não tenha um pau de arara ou coisa que valha ...

3-Discutir relação quando sua companheira está na TPM


Emoções FOOOORTES! Vutcha vida, tem que ser corajoso para experimentar!
Dores de cabeça, alucinações, caretas...
Mas se dá uma bad tão forte assim, qual a loucura dessa "droga"?
Dizem as más línguas que o barato está na reconciliação , sacou?
Você arrisca?



4-
Se empanzinar de chocolate
Dizem os cientistas americanos que o empanzinamento de chocolate pode ser comparado a um orgasmo.
Eu nunca cheguei a esse nível de êxtase com chocolate, mas de experiência própria, devorar uma barra de chocolate vendo aquele filme debaixo da coberta tem la sua graça ... Sua boa graça ...
O bom é que pode ser usado em qualquer momento, em qualquer lugar.
A bad é que se você não é uma pessoa feliz com seu peso, pode piorar a sua auto estima.
A minha é otima, e estou abrindo um Talento ... hummmm Vutcha vida ...

Por enquanto é isso, tenho ainda algumas outras loucuras, mas isso fica pra outro post ...

3 comentários:

Trotta disse...

Muito bom esse post!

Claro que eu não recomendo nem pro meu pior inimigo assistir à mais uma derrota da gambazada no meio da torcida gambá. Mas o resto é muito bom!

E vc sabe o que eu acho, as pessoas tinham que transar mais. Toda essa necessidade de extravazar diminuiria.

Beijo!

disse...

Corinthians x Palmeiras? Tô fora!! risos...

Sammia disse...

Hahahahahaha
Boa!

Vutcha vida! Nada como comer chocolate brigando com o parceiro que tem um avô comunista num jogo do timão!

Vutcha putaria né não?