11 de julho de 2008

Aquele Abraço

Ainda estão para inventar algo tão poético quanto um abraço.
Tem dias que estamos naquele mau humor danado ( não raro no meu caso), em que só um abraço daqueles bem apertados, com cheiro no cangote e tudo, é capaz de deixar seu dia maravilhosamente bom.
Pode ser de amigo, namorado, pai, mãe, o importante é ser verdadeiro. Porque no abraço, percebemos quando é verdadeiro.
Abraçar, é doar um pouquinho da sua energia para outra pessoa. Um carinho inigualável.
Portanto,sempre que possível, abrace aquela pessoal especial, e tire uma casquinha, claro, por que não?
Agora, sem aquela carência de abraçar estranho, no meio da Av Paulista, porque isso é bem coisa de gente carente ok?
Eu já dei meus abraços ontem, e hoje.
Talvez por isso esteja tão serena, coisa rara, apesar da sexta feira.
Algum cheiro que ficou no meu moletom, daqueles muito bons, está animando bastante meu dia ...

3 comentários:

Sammia disse...

Uuuummm safadinhaaaa
ahuahuahauahauhauahuahau

Sammia disse...

Brincadeira. Sinto falta do teu abraço :/

Mariana disse...

Sammia: Logo logo isso vai passar... Acho que a essa hora vc já voltou...