21 de novembro de 2008

Aquela vontadezinha...

Deu uma vontadezinha de abrir a janela, espreguiçar, mas não ver a janela do prédio do vizinho. Queria a vista pro mar, a brisa do mar, o sol da manhã, entrando no quarto, batendo na cama iluminado um pouco aquilo que eu chamo de vida. Deixar o sol entrar e dormir mais feliz.
Ô vontade de acordar mais cedo que você, só pra te ver dormindo e pensar, caralho de homem bonito. Caralho! Quem sabe fazer um cafuné, quem sabe ganhar carinho, dormir de conchinha. Quem sabe?
Não ter que sair correndo de manhã,poder tomar um café, torradas com cream cheese, um pedaço de melão doce e suco natural de goiaba. Trabalhar porque além de ter que, gostar de. Gostar de trabalhar.
E aquela vontade de ficar horas e horas conversando com a melhor amiga, sobre todas as aventuras já vividas, rir e rir e rir! Até de madrugada, até clarear de novo.
Chamar aquela pessoa que você gosta mesmo, ficar no bar até acabar a garrafa de Jack Daniels, falando todos os tipo de merda possível, discutir política e Dosto, beber sem passar mal, fumar sem dar câncer.
Passar o fim de semana assistindo os filmes prediletos comendo pipoca com Sazon e guaraná. Ter tempo hábil (minha nossa!) para ler livros.
Tempo, ter tempo pra se fazer o que gosta.
Tô com uma vontadezinha de descobrir amor. De poder ligar sem se preocupar, de escrever cartas , de deixar recadinhos apaixonados, de comer brigadeiro junto. Desses amores para sempre enquanto duram.
De ter dinheiro suficiente para eu fazer o que quiser, mas não ligar para dinheiro em absoluto.
Ser feliz um pedaço, um pedaço do que é felicidade.
Descobrir o que é felicidade, utopia difícil.

2 comentários:

Sammia disse...

Bom, pelo seu "nick" do orkut, agora você tá feliz. Não é? é?

MM. disse...

ai, ai, suspiros! como é bom te ler, que bom seria ter um amor perfeito, uma vida perfeita e, alguns problemas só para ver o quanto a felicidade é boa, certo? utópica e clichê... como tu é piegas... como eu sou piegas! kkkk